Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Aerdna no Mundo?

A definição da palavra "mundo", não é restrita. A minha preferida, engloba os vàrios conjuntos de realidades concretas e imaginadas. Aqui veremos o mundo pela escrita de Aerdna.

Aerdna no Mundo?

A definição da palavra "mundo", não é restrita. A minha preferida, engloba os vàrios conjuntos de realidades concretas e imaginadas. Aqui veremos o mundo pela escrita de Aerdna.

De que cor é a chuva?

Chuva.jpg

 Imagem no site Consulta Click (as gotas tocam um ponto e expandem-se às outras)

 

Um grupo de pessoas da ciência responderá não tem cor, é transparente.

 

Mas será assim tão obvio ?

 

Uma criança dirá cinzenta, pela cor das nuvens.

Um poeta descreverá branca paz, cor da emoção.

Um pintor pintará de mil cores.

 

Existe para a questão uma resposta correta apenas ?

A verdade está nos olhos de quem a vê. Não serão todas as respostas válidas e aceites?

 

Sim existem muitas respostas para a mesma questão. Para se chegar à resposta mais adequada para a maioria, a maioria tem de se expressar.

 

Mas esperamos sempre que outros adivinhem o que queremos. E depois queixamo-nos do que podíamos ter decidido e optamos por calar. Existem uns “abutres” que se alimentam disso: do “Deixar andar”.

 

Na sociedade, o marketing, a comunicação social aprenderam a substituir o ter de adivinhar o que quer a maioria, pelo influenciar/manipular as massas a quererem o que se pretende vender. E nós aceitamos sem pio, apesar de nem sempre concordarmos. Sentimos que não está bem, mas seguimos a corrente. Não estamos a ser responsáveis também?

 

A política tornou-se uma máquina de marketing enorme. Mas que pode ser alterada, basta à maioria mostrar que não quer “comprar”. Que não quer seguir. Que não vai pactuar.

O mesmo se aplica a modas que contribuem para a degradação da saúde e nós seguimo-las. Porquê? Se não existir gente que compre, os vendedores vão ter de se esforçar mais para conseguir produtos melhores.

 

A vontade da maioria pode ser como uma “chuva” que passa e deixa tudo mais limpo, mais fresco, com melhor aspecto. Depois das chuvas podem iniciar-se novos ciclos.

E porque não um novo ciclo em que a maioria seja respeitada, e não escravizada por alguns.