Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Aerdna no Mundo?

A definição da palavra "mundo", não é restrita. A minha preferida, engloba os vàrios conjuntos de realidades concretas e imaginadas. Aqui veremos o mundo pela escrita de Aerdna.

Aerdna no Mundo?

A definição da palavra "mundo", não é restrita. A minha preferida, engloba os vàrios conjuntos de realidades concretas e imaginadas. Aqui veremos o mundo pela escrita de Aerdna.

Dedicado a quem se identificar!

sombra.JPG

 Imagem do Site: Taringa - post "Curiosidades de la sombra".

 

Dedico este post aquelas pessoas que apesar do som dos teus passos, da tua sombra, do teu cheiro e te encontrares dentro do ângulo visual delas, insistem em não estabelecer contacto visual! E porquê? Para não responder ao “Bom Dia”.

 

É verdade, às vezes estão com a cabeça tão longe que não registam nada do que se passa ao seu redor. Estão distraídas!

 

Depois há as que a timidez lhe condiciona a vontade e os músculos. Os pensamentos são do género: “Falo? E se não me responde? Vou ficar vermelha! Toda a gente vai perceber o meu desconforto. E se me responde? Que digo a seguir? Ou fico calada? Ok. Já foi. E eu nem olhei. Deve achar-me uma mal-educada. Que posso fazer não ia conseguir ficar bem na fotografia de qualquer maneira. Que horror! Odeio ser assim!"

 

E depois temos as que por e simplesmente não te acham suficientemente importante para esse esforço. E estas notam-se porque apesar de se fazerem as distraídas enquanto passas, e murmuras o “Bom Dia” e não obténs resposta, logo a seguir olham-te por trás a pensar que já te podem ver sem serem vistas. Às vezes têm sorte, outras nem tanto: há uma sombra que denuncia o movimento, um espelho que a reflecte, ou um cálculo mal feito de ângulo de visão e é apanhado pelo canto do olho.

 

Aos que alegarem neste caso “estava distraído e quando passaste já não deu para responder” eu digo não se esforcem porque mesmo distraído quando se viram para “tirar as medidas” ainda vão a tempo de responder. É só fazê-lo um pouco mais alto!

 

E ainda há os que a consciência já não deixa responder ao cumprimento. E esses são os que baixam o olhar para os pés, ou para o lado à procura de uma desculpa visual para não ter de enfrentar o olhar do outro! Estes costumam ser velhos amigos, com histórias que não querem ver contadas!

 

Se conhecer mais algum tipo de pessoa que evite cumprimentar, deixe a descrição aqui nos comentários. Eu vou gostar de conhecer.