Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Aerdna no Mundo?

A definição da palavra "mundo", não é restrita. A minha preferida, engloba os vàrios conjuntos de realidades concretas e imaginadas. Aqui veremos o mundo pela escrita de Aerdna.

Aerdna no Mundo?

A definição da palavra "mundo", não é restrita. A minha preferida, engloba os vàrios conjuntos de realidades concretas e imaginadas. Aqui veremos o mundo pela escrita de Aerdna.

Poder de decisão, nas mãos de alguém que pensa que é mais importante a omelete, que a Galinha que forneceu os ovos...

Ok! Temos de estar abertos a opiniões diferentes à nossa. Mas,... assusta perceber que nos lugares com Poder de Decisão, temos gente que prefere usufruir de um pacote de bolachas, a tomar conta da loja toda.

Notre Dame é algo importante para a cultura europeia, não se discute, mas foi construído por homens e por homens se reconstrói mil vezes se for preciso. França estraga muito dinheiro, não terá dificuldades extra para conseguir financiamento, junto dos contribuintes católicos e não católicos, para reconstruir tão importante símbolo económico para o país (ele atrai muitos turistas). Se a França não pode, o Vaticano pode.

Daí a dizer às crianças, que este símbolo é mais importante que um bem natural, que nos oferece uma série de bens essenciais à nossa existência, vai um disparate. Disparate sem importância se dito por um Zé da Esquina, mas preocupante quando dito por um agente de poder social.

Se puderem vejam aqui o vídeo com a reação das crianças, é muito bom ver como até eles se chocam sem saber da missa, a metade.

Quero ver com que madeiras, cimentos e pedras se vá a reconstruir o tal símbolo europeu, senão cuidamos o nosso património natural.

G1 - A seca.jpg

Quero ver com que medicamentos curamos os obreiros desta europa, senão cuidamos o nosso património natural.

Com que pedras preciosas enfeitamos a nossa vaidade, sem o nosso património natural.

Com que combustíveis nos movemos, se não cuidamos do património natural.

E um milhão de coisas mais que perderemos se não cuidamos das florestas do planeta : qualidade do ar respirado, chuvas e água potável para beber, temperaturas estáveis e previsíveis, sombras frescas, paz, ...

Imagem da G1, matéria de 2017 "Pior seca em 73 anos traz fome e faz população dividir água com animais"

Opino que a questão possa cair em exageros, sim. Opino, que mais que enviar dinheiro para a Amazónia, é preciso educar as populações para a importância desta. E sabemos que uma parte desse dinheiro será corrompida, por isso só dar dinheiro não resolve nada. Mas, daí a comparar e desvalorizar um pulmão mundial, em relação a uma igreja como milhares de outras parecidas que foram construídas no mundo, que só tem a vantagem de a literatura e o cinema a terem tornado especial pela sua localização, é ser muito curto de ideias.

A seca entre construções.jpg

Mas, mais preocupante que ver um político dizer algo assim, é perceber que uma boa parte da sociedade pensa e apoia essa mesma ideia. Gente criada a pensar que o frango nasce na prateleira do supermercado, dificilmente pode ter uma visão real de onde vêm as coisas que tanto usa e abusa, no dia a dia.

Eu estou preocupada e continuo com o mesmo ar daquelas crianças, quando ouviram a resposta do senhor.

E eu sou das que defendo que a Europa Unida é das melhores coisas que ocorreram na nossa história. Creio que a união nos traz mais benefícios, que prejuízos. Mas daí a achar um edifício mais importante que uma floresta, vai um milhão de galáxias. Querem símbolos ? Temos um milhar à disposição dos cidadãos: bandeiras, torres, igrejas, livros, filmes, etc...

Agora, Natureza com capacidade de resposta às nossas demandas é que está cada vez mais difícil encontrar. Principalmente para quem vive em cidades, onde ficam reféns daquilo que os do campo lhes enviam, senão morrem de fome.

Pensem no que aconteceria se os agricultores fizessem greve ? Se acordassem num mundo sem supermercados fornecidos pela gente do campo? Seriam os senhores do dinheiro que vos alimentariam ? Seria a divina entidade de Notre Dame, que vos poria comida na mesa ? Duvido.

Vejam a Venezuela. Uma nação rica, mas com uma gestão de bradar aos céus, que tudo destrói em nome de um poder cego que benefícia a uns poucos, deixando a maioria entregue à falta de sorte. Os seus dirigentes têm ideias loucas e mostraram-no durante tempo suficiente, mas ninguém quis perceber os sinais. Ou talvez, a ignorância não o permitiu.

Mas e nós? Também vamos fingir que é normal, um político europeu ter estas opiniões e o mais preocupante, divulgá-las desta forma?